O corpo, “lugar de dissolução do eu”, “volume em perpétua pulverização”, traz consigo “em sua vida e em sua morte, em sua força e em sua fraqueza” a inscrição de todos os acontecimentos e conflitos, erros e desejos (Foucault – História da Sexualidade)

Desenho, pastel seco - 50x65 - 2017

Pastel, 2017

Anúncios

Matéria sobre a exposição no site Catarinas.

http://catarinas.info/exposicao-inedita-conhece-te-ti-mesma-convida-masturbacao-feminina/

2016-09-09-18-48-36

Desenho. Estudos, carvão 2016